sábado, 21 de setembro de 2013

A Grande Farsa do Aquecimento Global


 
 
 
Aquecimento global desmascarado: relatório da NASA verifica que dióxido de carbono na verdade esfria a atmosfera               
Praticamente tudo o que foi dito pela comunidade científica dominante e os meios de comunicação sobre os supostos malefícios dos gases de efeito estufa, e em particular o dióxido de carbono, parece ser falso, de acordo com os novos dados compilados pelo Centro de Pesquisas da NASA em Langley. Como se pode ver, todos os gases de efeito estufa na atmosfera que Al Gore e todos os outros fraudadores do aquecimento global há muito reivindicam que causariam o superaquecimento e a destruição de nosso planeta estão, na verdade, resfriando-o, com base nos últimos estudos.
Conforme relatado na publicação “Principia Scientific International” (PSI), Martin Mlynczak e seus colegas da NASA rastrearam as emissões de infravermelho da alta atmosfera da Terra durante e após uma tempestade solar recente, que ocorreu entre os dias 8 e 10 de março. O que eles descobriram foi que cerca de 95% da energia liberada pelo sol durante esta imensa ejeção de massa coronal foi refletida de volta para o espaço ao invés de ser absorvida na baixa atmosfera da Terra.
O resultado foi um efeito de resfriamento global que contradiz completamente as alegações feitas pela própria divisão de climatologia da NASA, de que os gases de efeito estufa seriam os causadores do aquecimento global. Como ilustrado pelos dados recolhidos nas sondagens da atmosfera usando as emissões radiométricas de banda larga (SABER), tanto o dióxido de carbono (CO2) como o óxido nítrico (NO), que são os gases de efeito estufa mais abundantes na atmosfera superior da Terra, refletiram a energia que seria a responsável pelo aquecimento ao invés de absorvê-la.
“O dióxido de carbono e óxido nítrico são termostatos naturais”, disse James Russell, da Universidade de Hampton, que foi um dos principais pesquisadores no estudo inovador SABER. “Quando a atmosfera superior (‘termosfera’) aquece, essas moléculas tratam de lançar o calor de volta para o espaço tanto quanto possível”.
 
Quase toda a radiação gerada pelo Sol que seria a responsável pelo ‘aquecimento’ é impedida de entrar na baixa atmosfera pelo CO2
 
De acordo com os dados, cerca de 95% da radiação solar é literalmente devolvida ao espaço pelo CO2 e pelo NO na atmosfera superior. Sem esses componentes básicos, em outras palavras, a Terra seria capaz de absorver quantidades potencialmente devastadoras de energia solar, que seriam verdadeiramente capazes de derreter as calotas polares e destruir o planeta.
 
 
“A contundente revelação contradiz duramente a proposição central da chamada teoria dos gases de efeito estufa, que afirma que mais CO2 significaria mais aquecimento para o nosso planeta”, escreve H. Schreuder e J. O’Sullivan para a PSI. “Os novos e consistentes dados da NASA refutam essa ideia, o que é um grande embaraço para o climatologista chefe da NASA, o Dr. James Hansen, e a sua equipe do GISS da NASA”.
Sem rodeios, o Dr. Hansen é um ativista do aquecimento global, como todos sabem, que ajudou a desencadear uma histeria artificial sobre as mudanças climáticas nas costas dos EUA em 1988. Logo após o lançamento desse novo estudo SABER, no entanto, o Dr. Hansen convenientemente se aposentou de sua carreira como climatologista da NASA e agora planeja gastar o seu tempo com a “ciência”, e em “chamar a atenção para suas implicações para os jovens”.
O post acima é uma tradução livre de um artigo publicado no site NaturalNews. Para ver o original, clique aqui

Paula Jordem

CLONAGEM HUMANA-SEGUNDO AS ESCRITURAS


    CLONAGEM HUMANA -SEGUNDO AS ESCRITURAS...

Uma  razão porque a clonagem humana é uma ofensa ao ensino bíblico é porque...

I. TODO O HOMEM JÁ NASCE COM O PECADO ORIGINAL. RM 5:12

A) Definição de pecado original:

É a ligação do pecado de Adão com todas as pessoas de todos os tempos. Em outras palavras, todas as pessoas recebem uma natureza corrompida e são culpadas diante de Deus.
O pecado de Adão não foi individual, mas sim, coletivo. Porque quando ele pecou e como sendo representante da humanidade, participamos com ele daquele pecado. Todos nós, desde o início da vida, ou seja, no momento da concepção recebemos essa natureza corrompida e culpada, Sl 51:5.
Todos nós já nascemos culpados diante de Deus. Por causa do pecado original.


B) Como foi possível herdar este pecado?

1. A liderança federal: este conceito está relacionado com a posição criacionista da origem da alma. Deus é quem cria a alma para cada pessoa, mas a natureza física das pessoas é herdada dos pais. O sentido desta posição é que Adão era o nosso representante. A ideia aqui é, que ele estava representando toda a humanidade E uma vez que ele pecou, todos nós também pecamos, Rm 5:12. E nos tornamos culpados diante de Deus. Rm 3:23.


2. A liderança natural ou realista: este conceito está relacionado com a posição traducionista da origem da alma. Essa posição ensina que a alma é transmitida pelos nossos pais. Assim como acontece com a natureza física. A ideia é que estávamos presentes, seminalmente em Adão. Por isso, quando Adão pecou, toda a raça humana pecou.

O pecado original está arrolado com as duas posições acima. Todos somos culpados do pecado de Adão. Isto porque ele era o nosso representante federal e o nosso natural, ou seja, estávamos presentes seminalmente nele.

C) Diante desta posição acerca do ensino do pecado original, será que o clone humano herdará o pecado original?

Sim! Ele herdará o pecado original. Pois aqui convém explicar o ensino da criação da alma. Apresentaremos três posições:

1. A teoria da preexistência: as almas já estavam em existência em um estado anterior, ou seja, elas foram criadas todas de uma vez só. E Deus as coloca no momento da fecundação biológica.

Contra-argumento:

- Esse ensino contradiz a doutrina de que todo pecado e morte são resultados da desobediência de Adão.
- Essa teoria diz que o resultado do pecado em uma existência anterior. Se isso fosse verdade, deveríamos nos lembrar de alguma coisa a respeito dela.
- O espiritismo sustenta este ponto de vista.

2. A teoria da criação ou do criacionismo: A alma é uma criação imediata de Deus. Houve uma concepção, Deus cria uma alma na hora.
Apenas o corpo é herdado a partir das gerações passadas. Referências: Nm 16:22; Ec 12:7; Is 57:16; Zc 12:1; Hb 12:9.

Contra-argumento:

- As referências usadas por esta posição não dão a entender que Deus cria uma alma imediatamente quando nasce alguém.
- A Bíblia fala de Deus como criador do corpo, Sl 139:13-15; Jr 1:5
- Essa teoria não explica a inclinação que o homem tem para pecar.
- O problema com essa posição: Deus está criando cada alma pecaminosa.
- Deus cessou de Criar, Gn 2:3.

3. A teoria traducionista: A raça humana foi criada em Adão. Tanto a alma como o corpo. E que ambos são transmitidos pelos pais.
Apoio bíblico: Gn 1:26-27, o homem e a mulher em conjunto são chamados de “homem”.
Rm 7:1 o termo “homem” também parece ser usado para se referir ao marido e a mulher.
Mt 12:35 o termo “homem” denota ambos os sexos.
Sl 51:5 Davi relata claramente que herdou o pecado de sua mãe.
At 17:26 “De uma só vez fez a raça humana...”.

Esta posição é a melhor, pois tem coerência bíblica e teológica. Teológica porque explica a nossa participação no pecado de Adão, Rm 5:12.
De acordo com as posições apresentadas. A minha é a teoria traducionista. Ela explica melhor o pecado original.
Com isto, se a clonagem do ser humano se concretizar. Ela não será isenta da natureza pecaminosa, pois a alma é herdada tanto pelo pai quanto da mãe.


Conclusão:
É claro que não acredito que tal feito se concretize. Deus não permitiu isto e nem vai permitir. Primeiro, Ele já traçou um plano para a história de toda a humanidade. Segundo, a idéia da clonagem humana tem como beneficio a imortalidade. Porém, Deus já preparou isto antes da fundação do mundo. Ele tem um lugar maravilhoso para todos aqueles a quem salvou, para viver para sempre com Ele. Por último, este estudo tem como finalidade de provar que, mesmo que isto aconteça (que não ocorrerá), ainda sim, a Bíblia será fidedigna, verdadeira e que a nossa fé não será abalada por tal acontecimento. Pois a nossa confiança estar no Deus que sabe todas as coisas e que nada acontece sem a sua permissão.

HOMOSSEXUALISMO À LUZ DE Rm 1:26-27




        HOMOSSEXUALIDADE À LUZ 

                      DE Rm 1:26-27






Introdução
Desde os primórdios da humanidade, as sociedades convivem com os mais variados tipos de comportamentos sexuais. O relato bíblico da Criação em Gn 1 e 2 mostra que Deus formou o homem e a mulher para viverem em comunhão íntima, tornado-se “uma só carne”. Porém o pecado infiltrou-se nos relacionamentos sexuais entre os seres humanos de tal forma que hoje a sociedade convive com uma variação enorme de perversões sexuais, tais como: narcisismo, homossexualismo, masturbação, sadismo, masoquismo, exibicionismo, pedofilia, gerontofilia, fetichismo, travestismo, incesto, pluralismo, necrofilia, bestialidade, zoofilia, voyeurismo, sexopatia acústica, renifleurismo, coprofagia, frotterurismo, entre outros.

O presente trabalho não vai entrar nos detalhes das diversas anomalias sexuais, limitando-se apenas ao estudo do homossexualismo, pois este é o tema tratado pelo apóstolo Paulo em Rm 1:26 e 27. O artigo será dividido nas seguintes seções: Estudo da referência paulina em Romanos; conceito e causas da homossexualidade; os motivos pelos quais Deus condena este comportamento sexual; terapia para a regeneração daqueles que apresentam este desvio da sua sexualidade. Ao final, será apresentado um resumo do trabalho e as conclusões encontradas.
Comentário Sobre Rm 1:26-27
Encontra-se a declaração de Paulo nas seguintes palavras:
"Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário à natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contato natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro." Romanos 1:26-27
Há um consenso geral de que Paulo referia-se aqui à prática do lesbianismo e do homossexualismo masculino. A palavra “natural” (kata physin) em oposição à “contrária à natureza” (para physin) era usada no tempo de Paulo com muita freqüência como uma maneira de estabelecer distinção entre comportamento heterossexual e homossexual. Harrison acrescenta que “Paulo usa linguagem direta, para condenar a perversão do sexo fora do seu justo lugar: dentro do relacionamento conjugal”. Outro teólogo afirma que a contaminação do corpo humano é claramente manifestada no homossexualismo, pois ele é obviamente antinatural, contrário à natureza sexual.
A prática do homossexualismo era comum no mundo pagão, tendo forte presença na sociedade em geral, sendo designado como o “pecado grego”. Paulo escreveu sua epístola aos Romanos na cidade de Corinto, a capital dos vícios gregos, e certamente já vira ali evidências sobre as práticas homossexuais.
Lovelace ainda diz que “contrária à natureza” significa “simplesmente contra a intenção de Deus para o comportamento sexual humano que é explicitamente visível na natureza, na função complementar dos órgãos sexuais e dos temperamentos do macho e da fêmea”.
No verso 27 Paulo emprega o termo arsen 3 vezes, traduzidos na ARA por “homens”. O substantivo arsenokoites (“homossexual masculino”, “pederasta”) é empregado pelo apóstolo como alguém que não herdará a salvação por estar sob a condenação de Deus (1Co 6:9; 1Tm 1:10). Brown ainda acrescenta que aqui a perversão sexual é vista como resultado de (e, até certo ponto, um julgamento sobre) o pecado do homem em adorar a criatura ao invés do criador.

Conceito e Causas da Homossexualidade

Uma vez comprovado que o tema que Paulo abordou em Rm 1:26-27 foi mesmo a homossexualidade, tanto masculina quanto feminina, faz-se necessário um maior aprofundamento sobre o estudo deste comportamento sexual.
O homossexual é considerado uma pessoa com tendência a dirigir o desejo sexual para outra pessoa do mesmo sexo, ou seja, ele (ou ela) sente atração erótico-sexual por parceiro do mesmo sexo. Maranon apresenta uma definição mais completa sobre a homossexualidade nas seguintes palavras:
Por mais classificações que se façam desta anormalidade, a base patogenética é sempre a mesma: uma sexualidade recuada, de polivalência infantil que, por circunstâncias externas, condiciona sob diferentes formas seu objetivo erótico em sentido homossexual.
Baseando-se no relatório de Kinsey, os homossexuais pretendem que sua condição seja considerada “uma espécie de forma alternativa de sexualidade, homóloga e simétrica à heterossexualidade”.
Bergler, porém, vê a homossexualidade como uma espécie de “síndrome neurótica”, caracterizada por alguns estigmas bem definidos, a saber: uma elevada dose de masoquismo psíquico, levando o homossexual a situações de desconfianças e humilhações; medo, ódio, fuga em relação ao sexo oposto; insatisfação constante e insaciabilidade sexual; megalomania; depressão; sentimento patológico de culpa; ciúme irracional; e inadmissibilidade psicopática.
As pesquisas com relação às causas da homossexualidade ainda não são consideradas de todo consistentes; porém, elas podem ajudar na orientação de uma profilaxia social com relação ao homossexualismo. Gius afirma que “não se verificam quadros de aberração cromossômica ligados primitivamente à homossexualidade”, o que descarta sua origem genética, pois “em todos os casos de homossexualidade masculina examinados, o sexo genético correspondia ao sexo fenotípico (respectivo) e faltavam sinais de qualquer alteração cromossômica verdadeira”.
Mesmo os defensores da origem genética da homossexualidade admitem que a eventual “predisposição inata” só se transforma em efetivo desejo homossexual por força de fatores desencadeadores de natureza psicossocial, dentre os quais: obsessiva ligação com uma mãe autoritária ou possessiva; falta de uma figura paterna significativa como modelo de identificação; experiências de iniciação na infância ou adolescência; e fixação ou regressão da personalidade a níveis auto-eróticos, com supervalorização do falo (órgão sexual masculino).
O homossexual é um homem ressentido por acreditar que não tem o corpo que sua mente mereceria. Freud também considerava que o meio onde as crianças se desenvolvem é fator determinante de sua sexualidade.

Snoek divide estes fatores determinantes em três categorias:
1. Fisiológicos - Nenhuma das teorias (genética, hormonal, morfológica) foi comprovada;
2. Familiares - Uma mãe dominante, juntamente com um pai apagado; uma supermãe, tão envolvente que para o filho só existe uma mulher, que é ela; a mãe frustrada no seu relacionamento com o marido, incutindo na cabeça das filhas que homem nenhum tem valor; um superpai que exige uma virilidade impossível de ser alcançada pelo filho; os pais desejam um menino, mas nasce uma menina;
3. Sociais – O unissexismo, que ocorre na forma do segregacionismo ou do igualitarismo; o anarquismo; e a sedução por adultos.
Por Que Deus Condena o Homossexualismo?
Deus abençoou o homem e a mulher e lhes deu o mandamento de serem fecundos e multiplicarem-se (Gn 1:28). O casamento é a “união de duas pessoas que originalmente foram uma, depois foram separadas uma da outra, e agora no encontro sexual do casamento se uniram novamente”. Lovelace acrescenta dizendo que “não é por acidente que toda forma de expressão sexual fora da aliança do casamento seja explícita ou implicitamente condenada no restante das Escrituras”.
A sociedade atual está cada vez mais perdendo de vista o princípio que Deus definiu para a união sexual entre os seres humanos: um homem e uma mulher, unidos pelo compromisso eterno do matrimônio. Em virtude deste crescente desvio do padrão idealizado por Deus no princípio, é que têm surgido todas estas anomalias sexuais descritas até aqui. Hoje já se convive até mesmo com o “casamento” entre homossexuais e a adoção de filhos por estes “casais”.
O propósito de Deus é que o homem junte-se com a mulher e os dois formem “uma só carne” (Gn 2:24), constituindo-se numa família heterossexual, na qual os filhos poderão ser educados em meio a um ambiente sadio e livre de preconceitos.
Este ideal está totalmente corrompido na sociedade moderna, e as relações sexuais passaram a ser apenas um meio de obter prazer a qualquer custo, sem atentar para as orientações dadas por Deus no passado, e para os perigos de não seguir estas orientações. A atual sociedade já aprendeu a conviver pacificamente com o outrora chamado “pecado grego”, vendo os homossexuais como apenas “um pouco diferentes”.
Deus condena o homossexualismo porque ele é totalmente contrário ao propósito original das relações sexuais: procriação e/ou prazer. Segundo Boice, apenas em se olhar para a anatomia dos órgãos sexuais do homem e da mulher já deveria haver argumento suficiente para convencer de que as práticas homossexuais não são normais. Tanto o Judaísmo quanto o Cristianismo sempre reconheceram esse fato, defendendo que o homossexual está sob a condenação de Deus.

Cura Para o Homossexual

Após verificar que o homossexualismo está arraigado fortemente na sociedade hodierna, faz-se necessário apresentar ao portador desta anomalia sexual um meio de regeneração e retorno ao ideal divino. A terapia de aconselhamento para o homossexual consiste em “escutar a quem pede ajuda, a fim de facilitar-lhe a decifração, por ele mesmo, de seu próprio discurso... levando a uma convivência mais saudável consigo mesmo e, em vários casos, chega-se à heterossexualidade”.
Talvez o maior problema a princípio seja romper as barreiras da solidão e da incomunicabilidade que a sociedade erige em relação aos homossexuais. Gatti defende que o ponto de partida deve ser a total aceitação do homossexual como pessoa, a plena compreensão de seu drama, e a mais leal solidariedade a seus sofrimentos e a seus problemas. Para o auxílio pastoral ao homossexual são sugeridos os seguintes passos:

1. Reconhecimento e confissão de que sua atitude e conduta são errados;
2. Ele deve admitir e reconhecer seu problema;
3. Deve confessar o pecado a Deus e a um conselheiro espiritual, e depois deve pedir a Deus que o purifique e perdoe;
4. O homossexual que busca a cura deve pedir a Deus que lhe dê um espírito de arrependimento;
5. Pode-se considerar a possibilidade de uma libertação de demônios;
6. O conselheiro deve repetir a promessa de que o indivíduo poderá mudar;
7. O homossexual deve concordar em submeter-se a um plano de disciplina que Deus possa usar para concretizar a mudança desejada;
8. Entre o homossexual e o conselheiro deve haver sinceridade absoluta;
9. O homossexual deve começar a participar de uma comunidade cristã compreensiva;
10. O conselheiro deve ser paciente.
Para o homossexual, como para qualquer outro homem, no fim é apenas a graça do Espírito Santo com seus misteriosos dinamismos que é capaz de tornar a cura do homossexual possível. Acima de todos os meios educativos e terapêuticos, é sempre na graça de Deus que o homem pecador deve confiar.
O Dr. José Maria concorda com o pensamento de que a igreja deve ser o conduto para a ajuda aos homossexuais que desejarem um retorno aos desejos sexuais naturais de cada ser humano. Ele afirma que “a igreja será o último reduto para a consolidação dos conceitos familiares” nos próximos anos.

Resumo e Conclusão

O homossexualismo está presente na história humana desde o seu princípio. Biblicamente, encontra-se referências à homossexualidade já no relato de Sodoma e Gomorra (Gn 19:4-5), de onde advém o termo “sodomia” como referência à homossexualidade e outras anomalias do gênero; bem como no período dos Juízes (Jz 19:22). Moisés também fez referências a esta prática sexual entre o povo de Israel (Lv 18:22; 20:13), condenando-a e considerando-a abominável aos olhos de Deus, punível mesmo com a morte.
No Novo Testamento, a referência clássica à homossexualidade, tanto feminina quanto masculina, encontra-se na epístola de Paulo aos Romanos (Rm 1:26 e 27). Porém, o apóstolo também faz outras referências à condenação divina sobre esta prática (1Co 6:9-10; 1Tm 1:9-11).
O presente trabalho analisou o texto de Romanos, observando a quase unanimidade entre os teólogos e comentadores de que Paulo realmente referia-se na passagem em estudo ao homossexualismo. Porém, é crescente o grupo de eruditos que não aceitam esta interpretação usual, e tentam reinterpretar as declarações paulinas, aplicando-as aos dias atuais, onde a homossexualidade tornou-se já parte comum do cotidiano das grandes cidades.
Através dos estudos e pesquisas científicas consultadas, verifica-se que é reduzida a probabilidade de que as tendências homossexuais sejam o resultado de uma “deformação genética” ou algum caractere hereditário. Ao contrário, é grande o número de estudiosos da psicologia humana que acreditam que este comportamento sexual advém de fatores psicossociais vividos na infância (até os 5 anos de idade, principalmente), e que acarretam traumas e complexos que podem levar o indivíduo a desenvolver o homossexualismo durante sua vida.
Apesar de Deus condenar este comportamento anômalo, em virtude de desvirtuar-se do Seu propósito para o relacionamento sexual e matrimonial, Ele concede ao homossexual desejoso de regenerar-se uma opção de cura, que está disponível através de Sua infinita graça e misericórdia pelas mazelas que atingem a humanidade.
Como representantes de Deus e instrumentos Seus para distribuição de Sua graça ao mundo pecador, os cristão não devem olhar o homossexualismo como uma doença típica de pessoas “despudoradas”; mas devem encarar o problema com o mesmo amor fraternal e solidariedade que Jesus demonstrou em Seu convívio com o ser humano. Resta ao cristão ouvir e atentar ao conselho do próprio apóstolo Paulo: “Tudo posso, nAquele que me fortalece” (Fp 4:13).

VISANDO O EXTERMÍNIO POPULACIONAL, FEMA TEM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, GUILHOTINAS, MILHÕES DE CARTUCHOS E CAIXÕES

 

Campo de concentração da FEMA
Desde os anos 30, quando a FEMA (Federal Emergency Management Agency - Agência de Federal de Administração de Emergências) tinha outro nome e era apenas uma experiência, a agência tem se envolvido em controvérsia atrás de controvérsia. Atualmente, a maior parte da população dos EUA não acredita que aFEMA esteja trabalhando pelo bem do seu povo.
Desde que a agência passou a fazer parte do Departamento de Segurança Federal em 2003, cada vez mais se vê a desaprovação do povo. As ações de "gerenciamento" de emergências têm provado não gerenciar absolutamente nada, como no caso dos furações na Flórida em 2004, doKatrina em 2005, das nevascas de 2006, tornados no Arkansas e incêndios na Califórnia em 2007, e mais recentemente, no caso dos tornados de Oklahoma ocorridos em maio de 2013.

Agora a FEMA envolve-se em mais atividades suspeitas. A construção, manutenção e guarda de imensos complexos que estão sendo chamados pelo público de "campos de concentração da FEMA" tem assustado não só a população dos EUA, mas do mundo todo.
Desde 2008 a agência vem treinando cada vez mais agentes capacitados em várias áreas para uma possível catástrofe nuclear e, enquanto o público aguarda respostas, aFEMA apenas diz que "não é obrigada a fornecer respostas quando o assunto é segurança nacional". Quando questionados sobre os campos, os agentes e chefes da agência retiram-se do local.
Mas por mais que seja uma medida de segurança, por quê precisam ser campos de concentração como o da foto acima, com grades altas, prédios separados em alas, cercas elétricas, guaritas blindadas e vigilância 24hs com câmeras? Quem iria se importar com essas coisas na hora de ajudar seu povo a sobreviver? Sim, eles, osEUA, pois a FEMA é acusada de trabalhar secretamente no desenvolvimento de planos de contenção de seu próprio povo no caso de rebeliões em massa que poderiam 
 
 
Trailers da FEMA


ocorrer com o anúncio de novas políticas sobre "democracia e liberdade" (a Nova Ordem Mundial).
Segundo teorias, osEUA anunciariam ao mundo que a partir daquele momento o centro de poder seria o presidente americano e que qualquer objeção a isso acarretaria em prisão e subsequente morte, algo muito parecido com o regime imposto por Hitler aos seus "inimigos". Seria, sim, um novo período nazista onde o cidadão teria seus direitos cerceados, inclusive o de viver se fizesse oposição a alguma regra. Para isso, a FEMA estaria treinando até mesmo snipers e exércitos inteiros para atingir seus objetivos.
Outras teorias giram em torno das últimas declarações do governo americano: "não se aproximem de certos locais da Lua", "asteróides e meteoros estão passando cada vez mais próximos da Terra", "zumbís e sereias não existem". Por quê precisariam afirmar coisas óbvias? Sim, porque elas virão a ser parte do nosso cotidiano muito em breve.
Uma epidemia de zumbís? Talvez, mas não da forma como se vê nos filmes e sim com o auxílio e lavagem cerebral que poderia ser feita pelo Projeto Blue Beam. Se os EUA têm a máquina certa - HAARP - para causar terremotos, erupções e tsunamis, será muito mais fácil conter quaisquer ânimos. Pelo menos quanto à lavagem cerebral, já podemos ter certeza de que a máquina é capaz de fazê-la através dos documentos revelados por Edward Snowden, que mostram que o HAARP faz parte de um programa de extermínio e controle mental.

Os estranhos caixões da FEMA têm espaço interno para 4 corpos adultos

Mas o mais intrigante sobre os "campos de concentração" da FEMA são os fatos em volta deles.
Todos já estão ativos - mas ainda não em uso - e com segurança do exército 24hs por dia; as pessoas são proibidas de se aproximar desses locais; caminhões lotados de suprimentos são vistos entrando nos campos; trens com insignias do exército vão e vêm nas cidades onde eles se encontram; medicamentos estranhos são levados a tais lugares e especialmente caixões - mais de 5 milhões deles.
Algumas pessoas mais observadoras têm conseguido fazer listas de materiais que entram nestes campos:

- Armas
- Materiais de construção como ferro, aço e ligas mais fortes como titânio
- Trens carregados de suprimentos alimentícios e água
- Caixas de munições de vários calibres
- Equipamentos com o logo da NASA
- Caixões pretos (como os da foto acima, blindados, com resistência a impactos, à prova d'água e calor)
- Contagem de campos espalhados pelos EUA: até maio/2013 eram 3800.

Pense bem nessa figura: 5 milhões de caixões com espaço para 4 adultos.
Dos seus 314 milhões de habitantes, os EUA esperam que 20 milhões morram de quê dentro desses campos? Escravidão, morte por fadiga devido aos trabalhos forçados?
Muitas possibilidades vêm à mente: radiação, guerra mundial e colapso total do sistema financeiro (caos) são os principais, além de uma epidemia de zumbís, afinal nada nesse mundo pode ser dado como inexistente conhecendo-o tão pouco como nós o conhecemos. Porém, a hipótese mais tangível é realmente a tentativa de dominação mundial e implantação da NOM, o que teria que começar com a dominação de seu próprio povo.
FEMA diz que esses não são campos de concentração e sim instalações de pesquisas. Mas o fato dessas "instalações de pesquisas" terem prisões dentro delas é um pouco diferente da concepção humana de "pesquisa". Pesquisas com o quê? Humanos? Isso explicaria os caixões, mas pesquisar em 20 milhões de humanos para quê? A possibilidade de criar e implantar zumbís como parte de um exército que dominaria o mundo? A idéia absurda incrivelmente parece sólida nesses momentos.
 
Modelo de guilhotina comprada pela FEMA.
Outros números alarmantes mostram que essas instalações não serão usadas para pesquisas. Relatórios recentes mostram que a FEMA encomendou 30 mil guilhotinas e 600 milhões de cartuchos explosivos, os mais letais em todo o mundo.
O maior "campo de concentração" encontra-se em Fairbanks,Alaska, e é listado no site da instituição como "base para pesquisas e centro de saúde mental". Ou os EUA estão esperando que meio mundo fique louco de uma hora para outra ou é verdade que o HAARP vai influenciar as pessoas mentalmente, podendo desencadear instintos inesperados.
LEIS, PROGRAMAS E ORDENS EXECUTIVAS
Em dezembro de 2011, os EUA implantaram em seus setor militar a NDAA (National Defense Authorization Act - Lei de Autorização de Defesa Nacional). Essa lei prevê a prisão de cidadãos americanos sem necessidade de explicação, a autorização do uso de força militar e militares atuando nas ruas. Para um país que se diz o mais democrático e livre do mundo, isso parece mais uma forma de escravidão velada. E mais: osEUA estão trabalhando com o Congressopara suspender a Constituição alegando necessidade de liberdade de ação - qualquer ação - para combater focos de insurgência. Neste momento, até "amantes da liberdade" residentes nosEUA estão sendo chamados de "terroristas" pelo próprio governo.
Programa REX-84 vem sendo lentamente implantado desde janeiro de 2012. Ele presume um hipotético "êxodo em massa" de estrangeiros ilegais que cruzariam a fronteira entre o México e os EUA. Eles seriam rapidamente cercados e detidos em centros de detenção pela FEMA. O limiar do REX-84 possibilitou que muitas bases militares fossem transformadas em prisões. Nada impede no entanto que estes campos sejam para os americanos legais, inclusive sendo permitido pela Lei Marcial.
As operações Splicer Cable e Garden Plot são dois sub-programas que serão executados assim que o REX-84estiver totalmente implantado. O Garden Plot ("trama do jardim" ou "túmulo no jardim") será usado para controlar a população. Já o Splicer Cable autorizará o governo federal a tomar posse de cidades e estados "pelo bem da nação". A FEMA é o braço executivo do estado policial vindouro, que dirigirá e assumirá todas as operações.
Ordens Executivas poderiam dar o poder de decisão - qualquer decisão - à FEMA e implantar a suspensão daConstituição e da Carta de Direitos.Tais Ordens estão no papel há mais de 30 anos, esperando pela assinatura do presidente - e só isso bastaria, pois o Congresso não teria poder de decisão com a suspensão daConstituição. Algumas dessas Ordens Executivas são as que seguem:

- 10990: o governo pode controlar todos os meios de transporte da nação

- 10995: o governo pode controlar todas as instâncias da mídia
- 10997: o governo pode controlar a energia, gás, petróleo, combustíveis e minerais
- 10998: o governo pode se adonar de todos os meios de transporte, incluíndo carros pessoais, trens e caminhões e ter total controle sobre vias rodoviárias, fluviais e aéreas
- 10999: permite ao governo tomar controle das fazendas e fontes de alimentos
- 11000: permite ao governo convocar civís para compor frentes de trabalho não remunerado sob sua supervisão (escravidão)
- 11001: permite ao governo controlar as instituições de saúde, educação e bem-estar
- 11002: designa um órgão para operar realizando o registro de todas as pessoas
- 11003: permite ao governo tomar controle de aeroportos e aeronaves, inclusive comerciais
- 11004: permite que o governo realoque comunidades inteiras, construa novas casas com fundos públicos, designe áreas que deverão ser abandonadas e estabeleça novos locais para as populações
- 11005: permite ao governo controlar totalmente as vias rodoviárias e fluviais no país, além de prédios públicos de armazenamento
- 11049: prevê a implantação de no máximo 21 Ordens Executivas em um período de 15 anos a partir da data da assinatura da primeira
- 11051: dá validade instantânea a todas as Ordens Executivas em tempos de grandes tensões mundiais e crises econômicas ou financeiras

- 11310: permite ao Departamento de Justiça controlar as Ordens Executivas, legislativas e judiciais

- 11921: permite à FEMA controlar a industria, os recursos, fluxo de dinheiro dentro do país, pagamentos e créditos em qualquer emergência nacional; também proíbe o Congresso de revisar ou revogar qualquer Ordem Executiva por seis meses
As Ordens Executivas da FEMA foram implantadas pelo presidente Jimmy Carter para incorporar atos de Lei ainda mais obscuros, como:
Lei da Segurança Nacional de 1947: permite o realocamento estratégico das indústrias, serviços, governo e outras atividades econômicas essenciais, e racionalizar mão-de-obra, recursos e o setor da produção
Lei de Defesa da Produção de 1950: dá ao governo o poder de controlar todos os aspectos da economia
Lei de 29 de agosto de 1916: autoriza o Secretário da Defesa, em tempos de tensão internacional, a apreender e utilizar qualquer modo de transporte para deslocar as tropas, materiais ou quaisquer outras coisas relacionadas à emergência
Lei Internacional de Poderes Econômicos Emergenciais: permite ao governo dos EUA tomar para sí a propriedade de qualquer estado americano ou mesmo país estrangeiro.
Como vemos, tudo está arquitetado para a grande ilusão mundial e subsequente implantação daNOM pela força. Quem se opor a isso será claramente e indubitavelmente punido ou até mesmo executado, mas o mundo precisa se unir - agora mais do que nunca - para derrubar a tirania que começa a projetar sua figura sombria sobre ele.
      

Monsanto



                     Monsanto...



 
(NaturalNews) Em maio de 2013, dois milhões de pessoas em mais de 50 países expressaram indignação com o desejo de Monsanto para o próprio abastecimento alimentar através de sementes geneticamente alterados (e patenteado) que ameaçam toda a vida neste planeta. Os organismos geneticamente modificados (OGM) são quando uma planta ou um animal tenha sido geneticamente modificados com o DNA de bactérias, vírus ou outras plantas e animais. Quer você goste ou não, você está comendo alimentos geneticamente manipulados sem o seu consentimento. 

Henry Kissinger disse uma vez: "Quem controla o abastecimento de alimentos controla as pessoas ..." Este comentário além de muitas outras idéias sombrias e sinistras vêm de controle com fome, ganancioso e, muitas vezes, as pessoas perigosas e corporações. Na próxima NaturalNews horas de conversação - vamos expor a agenda escondida por trás de Monsanto. 
(NaturalNews) Em maio de 2013, dois milhões de pessoas em mais de 50 países expressaram indignação com o desejo de Monsanto para o próprio abastecimento alimentar através de sementes geneticamente alterados (e patenteado) que ameaçam toda a vida neste planeta. Os organismos geneticamente modificados (OGM) são quando uma planta ou um animal tenha sido geneticamente modificados com o DNA de bactérias, vírus ou outras plantas e animais. Quer você goste ou não, você está comendo alimentos geneticamente manipulados sem o seu consentimento. 

Henry Kissinger disse uma vez: "Quem controla o abastecimento de alimentos controla as pessoas ..." Este comentário além de muitas outras idéias sombrias e sinistras vêm de controle com fome, ganancioso e, muitas vezes, as pessoas perigosas e corporações. Na próxima NaturalNews horas de conversação - vamos expor a agenda escondida por trás de Monsanto. 

Monsanto, a empresa mais odiada do mundo, tem uma mensagem enganosa para você 

De um modo geral, muitas das maiores empresas de biotecnologia do mundo gostariam de nos fazer acreditar que os transgênicos são "perfeitamente seguro" e projetado para "mais eficiente" alimentar o mundo. Mas, os OGM não gerar maiores rendimentos; resistir eficazmente as condições de seca; têm maior valor nutricional ou qualquer outro benefício do consumidor. 

De fato, um crescente corpo de evidências liga OGM com problemas de saúde, danos ambientais e violação dos agricultores e dos consumidores direitos. As conseqüências imprevistas de alterar o ciclo de crescimento natural de nossa comida podem ser surpreendentes. O que se segue é apenas uma amostra do que dizem os especialistas: 

"O processo de engenharia genética envolve sempre o risco de alterar a genética e funcionamento celular de um organismo alimentos em formas imprevistas Estas alterações imprevistas pode resultar em alimentos GE ser alergénicos, tóxicos, ou reduzido em termos de valor nutricional." -. Professor John Fagan, Geneticista premiado, Maharishi University of Management, Iowa, EUA. 

Em 1998, Bob Shapiro (o eventual CEO da Monsanto ), mesmo admitiu que os efeitos dos OGM são desconhecidos, quando ele disse: 

"Mas percebemos que com qualquer tecnologia nova e poderosa com o desconhecido, e até certo ponto desconhecido - por definição - efeitos, então não necessariamente será um nível adequado, pelo menos, e talvez até mais do que isso, de debate público e de interesse público. " 

Desde a sua criação, o professor Richard Lacey, um microbiologista, médico e professor de Segurança Alimentar da Universidade de Leeds foi fortemente contra a introdução de alimentos geneticamente modificados por causa dos riscos à saúde. Professor Lacey fazer um ponto importante: 

"O fato é que é praticamente impossível sequer conceber um procedimento de teste para avaliar os efeitos na saúde dos alimentos geneticamente modificados, quando introduzidos na cadeia alimentar, nem há qualquer razão interesse nutricional ou público válido para a sua introdução." 

Por que milhões de pessoas estão com raiva de Monsanto e da criação de organismos geneticamente modificados 

Os fatos são inegáveis ​​- a ciência provou que comer OGM pode causar tumores de câncer, infertilidade e defeitos congênitos. 

Nos Estados Unidos, a Food and Drug Administration - que é suposto proteger o público de alimentos inseguros e drogas - está sendo executado por ex-executivos da Monsanto. Você pode dizer "conflito de interesse"? 

O governo dos EUA se recusa a realizar pesquisas de longo prazo sobre os efeitos dos transgênicos sobre a saúde humana. 

O Congresso dos EUA e presidente aprovaram a (apelidado) Lei de Protecção de Monsanto, que proíbe os tribunais de parar a venda de sementes geneticamente modificadas da Monsanto. Isso, por si só, prova quão pouco os políticos se preocupam com você e eu. 

Na verdade, a maioria dos legisladores se preocupam mais com interesse social e se re-eleito com a ajuda de contribuições de campanha de empresas (retornos), que diz respeito à saúde humana. 

Os agricultores biológicos sofrem para ganhar a vida, enquanto a Monsanto e outras empresas de bio-tecnologia recebem doações de empresas e favores políticos. 



Igreja Católica & Maçonaria


      Arcebispo influencia os católicos

a participarem da Maçonaria...

 
O Arcebispo de Porto Alegre, Dom Dadeus Grings, presidente regional da CNBB, disse abertamente numa entrevista para "O Vigilante" (órgão de divulgação da Grande Loja Maçônica do RS), que "maçom não é mais excomungado perante a Igreja Católica".O informativo maçônico diz o seguinte no destaque de sua capa:
"A presença do Arcebispo de Porto Alegre e representante da CNBB, Dom Dadeus Grings em várias solenidades da maçonaria é um atestado inconteste de que a Igreja Católica Apostólica Romana, não tem mais restrições a maçonaria".

Na matéria o Arcebispo declara que nas primeiras vezes em que foi convidado a participar de solenidades maçônicas ficou surpreso pelo número de pessoas conhecidas que encontrou na maçonariae salienta que conhecia estas pessoas de dentro da Igreja.
Em certo ponto da matéria Dom Dadeus explica que em 1983, quando o novo código Canônico entrou em vigor, os maçons deixaram de ser vistos como uma religião, ou como um grupo contrário a Igreja Católica.
Mas porque o Arcebispo Dom Dadeus pode ser considerado uma influência negativa para os católicos? Pelo fato de que ainda permanece  imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçônicas.
O Cardeal D. Eugênio de Araújo Sales, Arcebispo Emérito da Arquidiocese do Rio de Janeiro, através do artigo "MAÇONARIA E IGREJA CATÓLICA", esclarece a posição da Igreja dizendo o seguinte:
"Desde o Papa Clemente XII, com a Constituição Apostólica “In eminenti”, de 28 de abril de 1738 até nossos dias, a Igreja tem proibido aos fiéis a adesão à Maçonaria ou associações maçônicas. Após o Concílio Vaticano II, houve quem levantasse a possibilidade de o católico, conservando a sua identidade, ingressar na Maçonaria. Igualmente, se questionou a qual entidade se aplicava o interdito, pois há várias correntes: se à anglo-saxônica ou à franco-maçonaria, a atéia e a deísta, anti-clerical ou de tendência católica. Para superar essa interrogação, o Documento da Congregação para a Doutrina da Fé, com data de 26 de novembro de 1983, e que trata da atitude oficial da Igreja frente à Maçonaria, utiliza a expressão “associações maçônicas”, sem distinguir uma das outras. É vedado a todos nós, eclesiásticos ou leigos, ingressar nessa organização e quem o fizer, está “em estado de pecado grave e não pode aproximar-se da Sagrada Comunhão”. Entretanto, quem a elas se associar de boa fé e ignorando penalidades, não pecou gravemente. Permanecer após tomar conhecimento da posição da Igreja, seria formalizar o ato de desobediência em matéria grave.

         "SEGREDOS DA MAÇONARIA"

        A Congregação, no mesmo Documento de 26 de novembro de 1983, declara que “não compete às autoridades eclesiásticas locais (Conferência Episcopal, Bispos, párocos, sacerdotes, religiosos) pronunciarem-se sobre a natureza das associações maçônicas, com um juízo que implique derrogação do quanto acima estabelecido”.

O novo Código de Direito Canônico assim se expressa: “Quem se inscreve em alguma associação que conspira contra a Igreja, seja punido com justa pena; e quem promove ou dirige uma dessas associações, seja punido com interdito” (cânon 1374). No dia seguinte à entrada em vigor do novo Código, isto é, 26 de novembro, é publicada a citada Declaração com a aprovação do Santo Padre. Diz o Documento que a Maçonaria não vem expressamente citada por um critério redacional e acrescenta: “Permanece, portanto, inalterado o parecer negativo da Igreja, a respeito das associações maçônicas, pois os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a Doutrina da Igreja e, por isso, permanece proibida a inscrição nelas".
O fato de existirem eclesiásticos na maçonaria prova que há falhas na disciplina. 
(fim)
(Cardeal D. Eugênio de Araújo Sales      Fonte: Voz do Pastor, 26/01/2001)
*Uma pequena observação quanto à frase do Cardeal D. Eugênio, que se refere ao fato de existirem eclesiásticos na maçonaria. Será o Arcebispo Dom Dadeus Grings apenas um mero simpatizante da maçonaria?
Eu, diante dos fatos que mostram Dom Dadeus tão entusiasmado e envolvido com tantas solenidades maçônicas, tenho lá minhas dúvidas...(será que ele...?)
    
DECLARAÇÃO SOBRE A MAÇONARIA

Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé

26.11.1983

Foi perguntado se mudou o parecer da Igreja a respeito da Maçonaria, pelo fato de que no novo Código de Direito Canônico ela não vem expressamente mencionada como no Código anterior. Esta Sagrada Congregação quer responder que tal circunstância é devida a um critério redacional seguido também quanto às outras associações igualmente não mencionadas, uma vez que estão compreendidas em categorias mais amplas. Permanece portanto imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçônicas, pois os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a doutrina da Igreja e por isso permanece proibida a inscrição nelas. Os fiéis que pertencem às associações maçônicas estão em estado de pecado grave e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão. Não corresponde às autoridades eclesiásticas locais pronunciarem-se sobre a natureza das associações maçônicas com um juízo que implique derrogação de quanto acima estabelecido e isto segundo a mente da Declaração desta Sagrada Congregação, de 17 de fevereiro de 1981 (cf. AAS 73, 1981, p.240-241).
O Sumo Pontífice João Paulo II, durante a audiência concedida ao subscrito Cardeal Prefeito, aprovou a presente Declaração, e ordenou a sua publicação.
Romada Sede da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, 26 de Novembro de 1983.

Joseph Card. RATZINGER
Prefeito
  
Considerações finais:
No novo Código de Direito Canônico, promulgado em 25 de janeiro de 1983, não aparece mais a excomunhão "latae sententiae" contra os maçons. Em lugar do antigo cân. 2335 aparece o novo cân. 1374: "Quem se inscreve em alguma associação que maquina contra a Igreja seja punido com justa pena; e quem promove ou dirige uma dessas associações seja a punido com interdito".
Pareceu a muitos que a conseqüência da retirada da excomunhão "latae sententíae" permitisse a livre inscrição na Maçonaria. Mas em 26 de novembro de 1983, na véspera da entrada em vigor do novo Código de Direito Canônico, L´Osservatore Romano publicou uma "Declaração sobre as Associações Maçônicas". 0 texto da Declaração afirma:

a) Permanece imutável o parecer negativo da Igreja a respeito das associações maçônicas.
b) Os seus princípios foram sempre considerados inconciliáveis com a doutrina da Igreja.
c) Permanece proibida a inscrição na Maçonaria.
d) Os fiéis que pertencem às associações maçônicas estão em estado de pecado grave e não podem aproximar-se da Sagrada Comunhão.
e) Não corresponde às autoridades eclesiásticas pronunciar-se sobre a natureza das associações maçônicas com juízo que implique derrogação de quanto acima estabelecido (L´Osservatore Romano, 26/11/1983)

 

A presença do Arcebispo Dom Dadeus Grings nas solenidades maçônicas e as suas declarações, bem como as palavras contidas no informativo maçônico "O Vigilante", afirmando que a Igreja Católica Apostólica Romana, não tem mais restrições à maçonaria, levam os católicos a serem influenciados a participar das associações maçônicas achando que a posição da Igreja é favorável a essa questão.
Raquell Duarte

Mais de 400 refugiados sírios chegam à Itália e mulher morre a bordo


   Mais de 400 refugiados sírios chegam à 

    Itália e mulher morre a bordo...





ROMA — Mais de 400 refugiados que fugiram da guerra civil na Síria foram interceptados perto da costa da Sicília nas últimas 14 horas. Uma mulher de 22 anos morreu durante a viagem, de acordo com a guarda costeira da Itália. A causa da morte ainda é desconhecida, mas os outros refugiados disseram que ela era diabética e que teria morrido após adoecer dois dias antes.
 
Um primeiro barco, levando 299 pessoas, mais da metade composta por mulheres e crianças que deixaram o Egito há cerca de uma semana, foi escoltado até o porto de Siracusa, na Sicília, no final da sexta-feira. No navio, encontrava-se o cadáver de uma mulher que morreu durante a fuga. Outra embarcação foi localizada com 124 pessoas a bordo, todos identificados como refugiados, e a guarda costeira os escoltou até um porto da Sicília neste sábado.
Do começo do ano até a primeira semana deste mês, 21.870 imigrantes ilegais ou refugiados chegaram à costa sul da Itália, três vezes mais do que no mesmo período do ano passado, segundo o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur). O número de refugiados sírios que chegaram à Itália aumentou regularmente nos últimos meses, e a ONU calcula que 3 mil desembarcaram desde o início de agosto.
Mais de 2 milhões de sírios fugiram da guerra civil até agora, a maioria para países vizinhos como Iraque, Jordânia, Turquia e Líbano. Calcula-se que o conflito, que já dura dois anos e meio, já deixou mais de 100 mil mortos.
Raquell Duarte


Ciência


Cientistas identificam gene que pode

levar a novos tratamentos contra a Aids...


 
LONDRES - Uma equipe de pesquisadores do King's College London conseguiu, pela primeira vez, identificar um novo gene que pode prevenir que o HIV se espalhe depois de entrar no organismo.
Publicado na revista “Nature”, o estudo é o primeiro a identificar o papel do gene MX2 em humanos na inibição do vírus causador da Aids. Pesquisadores dizem que o gene poderia ser um novo alvo para tratamentos menos tóxicos e mais efetivos, em que o próprio sistema de defesa do corpo seria mobilizado contra o vírus.
Cientistas realizaram experimentos em laboratório com células humanas, introduzindo o vírus em duas linhas celulares diferentes e observaram os efeitos. Numa linha celular, o gene MX2 foi “ligado”, enquanto que na outra, “silenciado”. Eles perceberam que nas células em que o MX2 foi silenciado, o vírus se replicou e se espalhou. Nas outras, o vírus não foi capaz de se replicar e novos vírus não foram produzidos.
- Esta é uma descoberta excitante que traz avanços na compreensão de como o vírus HIV interage com o sistema imune e abre oportunidades para desenvolver novas terapias para tratar a doença. Até agora nós sabíamos muito pouco sobre o gene MX2, mas hoje reconhecemos tanto a sua potente função antiviral quanto a sua importância na vulnerabilidade do ciclo de vida do HIV - disse um dos coordenadores do estudo, Mike Malim, do Departamento de Doenças Infecciosas do King's College London.
Segundo o professor, desenvolver drogas para estimular os inibidores naturais do corpo é uma abordagem importante, já que isto evita a resistência aos medicamentos. De acordo com o pesquisador, existem dois caminhos: é possível desenvolver tanto uma molécula que imita o papel de MX2 ou um medicamento que ativa a capacidade natural do gene.
- Embora pessoas com HIV estejam vivendo mais, com vidas mais saudáveis graças aos tratamentos atuais mais eficientes, eles podem ser tóxicos para o corpo, e a resistência à droga pode se tornar um problema no uso de longo prazo - acrescentou.


Conhecendo e desenvolvendo os Dons Espirituais (Esboço de um estudo sobre dons)


AS-COLHERES-DE-CABO-COMPRIDO (1)Conta uma lenda Judaica de autor desconhecido que um rabino foi convidado por Deus para conhecer o céu e o inferno. Deus o levou primeiro ao inferno. Ao abrir-se a porta, viram uma sala em cujo centro havia um caldeirão cheio de suculenta sopa. À sua volta estavam sentadas pessoas famintas e desesperadas. Cada uma delas segurava uma colher de cabo tão comprido, que era possível alcançar o caldeirão, mas não a própria boca. O sofrimento era imenso. Em seguida, Deus levou o rabino pra conhecer o céu. Entraram em uma sala idêntica à primeira. Havia o mesmo caldeirão, pessoas em volta e as mesmas colheres de cabo comprido. A diferença é que todos estavam saciados. “Eu não compreendo!“, disse o rabino. “Aqui as pessoas estão tão felizes, enquanto na outra sala morrem de aflição, se é tudo igual?“ Deus sorriu e respondeu: “Você não percebeu? É porque aqui elas aprenderam a dar comida umas as outras.“ 
Lendas a parte, creio que este princípio nos convida a repensar a nossa vida em comunidade. Vivemos em uma época em que somos encorajados a acumular, no entanto, a Bíblia nos convida a compartilhar. O Apóstolo Pedro nos exorta dizendo: “Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus.” 1a Pe 4:10
 
DONS ESPIRITUAIS
 
Este sempre foi um tema muitas vezes polemizado ou mesmo ignorado nas igrejas. Segundo  J. I. Packer, entre as muitas obscuridades e questões debatidas com respeito ao charismata do Novo Testamento, três certezas despontam:
Primeira, um dom espiritual é uma capacidade de certa forma de expressar, celebrar, expor e, portanto, transmitir Cristo. Sabemos que os dons, corretamente usados, edificam os cristãos e as igrejas. Mas somente o conhecimento de Deus em Cristo edifica; portanto, cada charisma deve ser uma capacitação de Cristo para mostrar Cristo e participar dele de um modo edificante.
Segundo, os dons são de dois tipos. Há dons de falar e de amar, de ajuda prática. Em Romanos 12.6-8, a lista de Paulo sobre os dons alterna entre as categorias: um, três e quatro (profetizar, ensinar e exortar) são dons de falar; itens dois, cinco seis e sete (servir, dar, guiar e mostrar misericórdia) são dons de ajuda. A alternância implica que nenhuma idéia de superioridade de um dom sobre o outro pode ser introduzida. Apesar do quanto os dons diferem como formas de atividade humana, todos são de igual dignidade, e a única questão é se o cristão usa apropriadamente o dom que possui (1 Pe 4.10,11).
Terceiro, nenhum cristão é falto de dom (1 Co 12.7; Ef 4.7), sendo responsabilidade de todos encontrar, desenvolver e usar plenamente quaisquer capacidade para o serviço que Deus lhes concedeu.
Existem várias passagens Bíblicas que tratam dos dons espirituais. Na sua primeira Carta aos Coríntios, o Apóstolo Paulo descreve nove dons, destacando primeiramente a diversidade e unidade que exite no corpo de Cristo: “Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo. E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos. A manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso.”1ª Coríntios 12:4 a 7
  •  1. DIVERSIDADE: DONS, SERVIÇOS E REALIZAÇÕES
  • 2. DONS: CARISMATON (CÁRIS: GRAÇA)
  • 3. SERVIÇOS: OU MINISTÉRIOS
  • 4. REALIZAÇÕES: VEM DE “ENERGEO” OPERAR COM PODER/ENERGIA
  • 5. PROPÓSITO: FIM PROVEITOSO (EDIFICAÇÃO DO CORPO)
  • 6. CONCESSÃO: SEGUNDO A VONTADE DE DEUS (COMO LHE APRAZ)
E finalmente ele descreve os nove dons, ressaltando que todos são igualmente dados mediante o mesmo Espírito: “Porque a um é dada, mediante o Espírito, a palavra da sabedoria; e a outro, segundo o mesmo Espírito, a palavra do conhecimento; a outro, no mesmo Espírito, a fé; e a outro, no mesmo Espírito, dons de curar; a outro, operações de milagres; a outro, profecia; a outro, discernimento de espíritos; a um, variedade de línguas; e a outro, capacidade para interpretá-las.” 1ª Coríntios 12:8 a 10 Assim, temos a lista dos famosos nove dons espirituais:
  • 1.  PALAVRA DE SABEDORIA
  • 2.  PALAVRA DO CONHECIMENTO
  • 3.  DOM DA FÉ
  • 4.  DONS DE CURAR
  • 5.  OPERAÇÕES DE MILAGRES
  • 6.  PROFECIA
  • 7.  DISCERNIMENTO DE ESPÍRITOS
  • 8.  VARIEDADE DE LÍNGUAS
  • 9.  INTERPRETAÇÃO DAS LÍNGUAS
Já na Carta aos Romanos, vemos a descrição de sete dons, conhecidos muitas vezes como “dons pessoais”. Aqui são seguidos de orientações de como exercê-los no corpo de Cristo que é a igreja: “tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporção da fé; se ministério, dediquemo-nos ao ministério; ou o que ensina esmere-se no fazê-lo; ou o que exorta faça-o com dedicação; o que contribui, com liberalidade; o que preside, com diligência; quem exerce misericórdia, com alegria..” (Romanos 12:6-8)
  • 1. PROFECIA: FALA EM NOME DE DEUS
  • 2. MINISTÉRIO: SERVIÇO (DIACONIA) – SERVE EM NOME DE DEUS
  • 3. ENSINO:  (DIDASCON) ENSINA EM NOME DE DEUS
  • 4. EXORTAÇÃO: ENCORAJAR OU DAR CONFORTO – EM NOME DE DEUS
  • 5. CONTRIBUIÇÃO: AQUELE QUE COMPARTILHA – EM NOME DE DEUS
  • 6. PRESIDÊNCIA: DOM DE GOVERNO (ADMINISTRAÇÃO OU LIDERANÇA)
  • 7. MISERICÓRDIA: (ÉLEO: COMPAIXÃO) AQUELE QUE MOSTRA MISERICÓRDIA
Uma estrutura básica da Carta de Paulo aos Romanos poderia ser vista assim:
  • Cap. 1 a 11 – Apóstolo Paulo fala das misericórdias de Deus (teoria)
  • Cap. 12 a 16 – Rogos, exortações, aplicação das teorias (prática)
Cap. 12 – Grande diferença do cristianismo em relação a algumas religiões:
  • Demais religiões: Devemos fazer alguma coisa, seguir regras, obediência, depois você se torna filho de Deus;
  • Cristianismo: Deus nos faz filhos (misericórdias de Deus) e por isso (pois), como gratidão servimos a Deus;
1.   Culto Transformador (Cap. 12):
  • 1 Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.
  •  2 E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
2.   Serviço Transformador (Cap. 12):
  • 3 Porque, pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um.
  • 4 Porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função,
  • 2. Serviço Realizador:
  • 5 assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros,
  • 6 tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporção da fé;
  • 7 se ministério, dediquemo-nos ao ministério; ou o que ensina esmere-se no fazê-lo;
  • 8 ou o que exorta faça-o com dedicação; o que contribui, com liberalidade; o que preside, com diligência; quem exerce misericórdia, com alegria.


3.   Servindo através dos Dons Pessoais (Os sete dons pessoais de Romanos 12): 
  • DOM DE PROFECIA:
O profeta é o que fala em nome de Deus, interpretando a palavra apostólica, explicando-a de tal modo que ela se torna clara e cheia de vida;
  • Realização: O seu maior prazer é persuadir as pessoas naquilo que está discorrendo;
  • Perigo: orgulhar-se de sua retórica, achar que falar a grupos é mais importante do que a indivíduos, depender de seus próprios métodos e não do Espírito Santo para persuadir as pessoas;
  • DOM DE MINISTÉRIO:
Grego (diácono), aquele que usa este dom para ajudar a executar um serviço em prol ou em nome de sua igreja. Idêntico ao Dom de Socorro (1 Co 12:28): “ajudantes” Os que prestam assistência aos mais necessitados;
  • Realização: O seu maior prazer é realmente ajudar os outros, como se estivesse fazendo para o Senhor;
  • Perigo: Orgulhar-se de suas obras, se magoar quando: se aproveitarem de sua boa vontade, não reconhecerem a ajuda que ele dá, se ocupar demais com certas atividades;
  • DOM DE ENSINO: 
gr. didaskon - É aquele que tem a capacidade de comunicar os fatos e as conclusões, descobertas por aqueles que têm o dom do “conhecimento” e da “sabedoria”;
  • Realização: O seu maior prazer está em acumular e transmitir conhecimento, perceber que as pessoas a quem ensina estão se desenvolvendo;
  • Perigo: Orgulhar-se de seu conhecimento, ter atitude de quem “sabe tudo”, sentir-se intimidado quando seu conhecimento é desafiado;
  • DOM DE EXORTAÇÃO:
gr. paracalom - Esta Palavra significa: “encorajar” ou “dar conforto”, deriva também de paracletos” que sig “Consolador” Espírito Santo; Inspirar outros à ação, levantar os caídos, encorajar os desanimados. Geralmente pastores têm este dom, o Apóstolo Paulo exorta os pastores de Tessalônica a exercerem este dom: 1ª Tess. 5:14 “Exortamo-vos, também, irmãos, a que admoesteis os insubmissos, consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longânimos para com todos.”
  • Realização: O seu maior prazer está em ver os resultados espirituais em outras pessoas;
  • Perigo: considerar os seus resultados como méritos, sentir-se frustrado quando os resultados não forem evidentes;
  • DOM DE CONTRIBUIÇÃO:
Grego “metadidous” : aquele que compartilha; Compartilha seus bens (dinheiro) com sabedoria e generosidade, tanto para ajudar outros em suas necessidades, como também para que outros exerçam seus dons no corpo de Cristo;
  • Realização: O seu maior prazer está em ver que através da sua contribuição um objetivo da igreja (Reino) foi alcançado;
  • Perigo: orgulhar-se de seus bens materiais, associar sucesso espiritual com sucesso material, usar o dom para interesse pessoal;
  • DOM DE PRESIDÊNCIA:
Idêntico ao dom de “governo”, no grego significa: Alguém que está em pé na frente” Dom de presidir organizações da igreja, dirigir reuniões, conduzir uma discussão, exerce a liderança de grupos para um fim comum, moderador, líder;
  • Realização: O seu maior prazer está em ver o grupo ou as coisas caminhando coordenadamente para um objetivo comum;
  • Perigo: orgulhar-se de sua capacidade de liderança, abuso de autoridade, ignorar a importância das pessoas, em prol do trabalho, usar pessoas para seus objetivos;
  • DOM DE MISERICÓRDIA:
gr. Eléo compaixão – É aquele que mostra misericórdia àqueles que estão em uma situação de desgraça, mal-cheirosos, repulsivos, deformados, desagradáveis, que ninguém consegue trabalhar; A diferença do dom de “socorros” é que a misericórdia se dirige aos indignos;
  • Realização: O seu maior prazer está saber que os problemas mais profundos das pessoas foram resolvidos ou amenizados;
  • Perigo: orgulhar-se de sua capacidade de compreender os outros, julgar ou desprezar quem não tem esta capacidade;

Analogia do Corpo – Estrutura Básica

Efésios 4:11 a 16
Introdução:
  • Efésios Cap. 1 a 3 (Reflexões doutrinárias, encerrando com uma Doxologia)
  • Efésios Cap. 4 a 6 (Reflexões Práticas para a vida da igreja)
  • Capítulo 4
  • v 1 a 6 (Unidade do corpo de Cristo)
  • v 7 a 10 (Dons espirituais: presentes conquistados por Cristo)
  • v 11 a 16 (Estrutura básica da igreja e o fim principal dos dons espirituais)
Na carta de Paulo aos Efésios 4:11, o Apóstolo descreve quatro dons fundamentais que são concedidos aos líderes (Apóstolos, profetas, evangelistas e pastores-mestres) com o fim de equipar a igreja, como lemos: “E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres,.” (Efésios 4:11) Temos então uma estrutura que poderia ser comparada analogicamente com o corpo humano da seguinte maneira:
 
Analogia do Corpo Humano
 
No corpo humano há quatro sistemas principais:
  • 1. Estrutura do esqueleto e músculos;
  • 2. Sistema nervoso;
  • 3. Sistema Digestivo;
  • 4. Sistema Circulatório;
No corpo de Cristo, temos a seguinte analogia:
  • 1. Estrutura do esqueleto e músculos: Apóstolos
  • 2. Sistema nervoso: Profetas
  • 3. Sistema Digestivo: Evangelistas
  • 4. Sistema Circulatório: Pastores e mestres

Analogia do Corpo Humano aplicada ao Corpo de Cristo (Igreja) 

1. Estrutura do Esqueleto e Músculo (Apóstolos):
  • Estrutura do esqueleto e músculos:
Dá ao corpo sua sustentação básica e possibilita mobilidade e atividade;
  • Função dos Apóstolos na Igreja:
Lançarem os fundamentos para a estrutura ser construída;
Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor,  no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito. (Efésios 2:19-22)

Apóstolo (enviado) tinha também a função de fundar novas igrejas; Hoje os “enviados” são os (missionários) que, ao irem fora dos limites da igreja, abrem novas igrejas sobre os fundamentos dos Apóstolos;
2. Sistema Nervoso (Profetas)
  • Através deste sistema os ossos e músculos são estimulados à ação;
  • Sistema nervoso está ligado diretamente com a cabeça de onde conduz mensagens para todas as partes do corpo;
  • O profeta é essencialmente aquele que fala em nome de Deus, enviando mensagens a todo o corpo de Cristo;
  • Profeta: vem da raiz grega: “fazer brilhar”
  • Prefixo “Pro”: quer dizer “à frente”
2ª Pedro 1:19 Temos, assim, tanto mais confirmada a palavra profética, e fazeis bem em atendê-la, como a uma candeia que brilha em lugar tenebroso, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em vosso coração,
3. Sistema Digestivo (Evangelistas)
  • Sistema Digestivo permite o crescimento do corpo;
  • Evangelista é o principal responsável pelo crescimento numérico do corpo;
Todos somos responsáveis pelo crescimento do corpo como testemunhas de Cristo;
  • Testemunha: Assim como podemos contar como é uma pessoa que amamos, podemos dar testemunho de quem Cristo é para nós;
  • Evangelista: Tem o dom de evangelizar e testificar com maior habilidade sobre Jesus e o evangelho;
4. Sistema Circulatório (Pastores-Mestres)
  • Sistema circulatório: Veias e artérias ligadas ao coração e aos pulmões, distribui oxigênio e recolhe resíduos;
  • Pastores-Mestres: Apascentam, alimentam o rebanho dando vigor e vitalidade, assim como ensinam o rebanho tirando os “resíduos doutrinários”;
  • Jesus Cristo: Pastor supremo e bispo de nossas almas, mas foi dado dons aos “Presbíteros” docente  e regente para pastorearem o rebanho:
1 Pe 5:1 Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada:  2 pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós,
Conclusão Final:
  • Estes quatro sistemas principais, permitem que todos os demais dons sejam exercidos dentro do corpo de Cristo; Assim temos a finalidade de todos os dons: 
12 com vistas ao aperfeiçoamento dos santos para o desempenho do seu serviço, para a edificação do corpo de Cristo,
PLENO FUNCIONAMENTO DO CORPO
  • Os quatro sistemas: Equipam os santos;
  • Propósito: desempenharem seus ministérios
  • Resultando: Edificação do corpo de Cristo
FIM PRINCIPAL: MATURIDADE
13 até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo,

COMO SABER SE ESTOU CRESCENDO? 
ELEMENTO NEGATIVO:
  • 14 para que não mais sejamos como meninos, agitados de um lado para outro e levados ao redor por todo vento de doutrina, pela artimanha dos homens, pela astúcia com que induzem ao erro.
  • Conclusão Final:
ELEMENTO POSITIVO:
  • 15 Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,
  •  16 de quem todo o corpo, bem ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio aumento para a edificação de si mesmo em amor.
Para Refletir e Praticar
  • Você já descobriu quais são os seus dons espirituais?
  • Caso você tenha dificuldade em descobri-los, peça ajuda a pessoas mais experientes;
  • Caso já os conheça, o que está impedindo você de desenvolvê-los e exercitá-los no corpo de Cristo?
 
Paula Jordem

Os Direitos Humanos na perspectiva bíblica

Temos que reconhecer a dificuldade em definir exatamente o que são os direitos humanos. Alguns poderiam assumir que a noção de “direi...