quarta-feira, 13 de agosto de 2014

O Anti-Sionismo Cristão




O anti-sionismo cristão está ganhando força tanto nos EUA quanto em outros países. Seus ensinamentos põem o mundo contra Israel como o Povo Escolhido de Deus, consideram Israel como o agressor e não como a vítima, e negam a promessa de Deus de dar ao povo judeu a terra de Israel como “possessão perpétua” (Gn 17.8; Gn 48.4). Aqui estão alguns dos proponentes mais conhecidos e influentes do anti-sionismo cristão, e o que eles dizem:
• Stephen Sizer – Vigário da Igreja de Cristo, Surrey, Reino Unido:
“Não há evidências de que (...) o povo judeu tivesse o direito divino à Terra em Perpetuidade, ou que a posse da Terra pelos judeus seria um aspecto importante, quanto mais central, dos propósitos de Deus para o mundo”.[1]
• Gary Burge – Professor do Novo Testamento no Wheaton College, Wheaton, Illinois/EUA:
“A propriedade da terra não é uma questão cristã”.[2]
Burge tem escrito extensivamente sobre o que ele denomina a obsolescência das “teologias territoriais”.
• Tony Campolo – Palestrante, autor, sociólogo e professor emérito de sociologia da Eastern University na Pennsylvania:
“As ameaças mais sérias para o bem-estar dos palestinos em geral, e dos cristãos palestinos em particular, vêm, não dos judeus, mas dos sionistas cristãos nos Estados Unidos”.[3]
• Lynne Hybels – Autora, ativista e esposa de Bill Hybels, pastor-sênior da Willow Creek Community Church, South Barrington, Illinois:
“Fiquei convencida de que, se Jesus estivesse aqui hoje, ele ficaria com aqueles que, sem violência, protestam contra a ocupação dos Territórios Palestinos, a extrema violência militar usada contra os palestinos, e o declínio econômico e a dor psicológica causada pela ocupação”.[4]
• John Piper – Ex-pastor da Bethlehem Baptist Church, em Minneapolis, Minnesota, e fundador de desiringGod.org:
“O Estado de Israel secular hoje não pode reivindicar um direito divino atual à Terra”.[5]
Recentemente, um mapa saiu nas manchetes porque omitiu Israel. A editora Scholastic, que o publicou, posteriormente pediu desculpas.
Algumas instituições cristãs anti-sionistas conhecidas, ruidosas, incluem o Seminário Teológico Knox, em Fort Lauderdale, Flórida, fundado em 1989 pelo Dr. James Kennedy; a Assembléia Geral da Igreja da Escócia; o Bethlehem Bible College [Faculdade Bíblica de Belém], em Belém, Israel, fundada em 1979, a qual, em 2007, abriu um campus no Norte de Israel, chamado Galilee Bible College e agora planeja expandir-se em Gaza; o Sabeel – Centro Ecumênico de Teologia da Libertação, em Jerusalém, Israel, fundado em 1989 pelo sacerdote anglicano palestino Naim Ateek.
Aqui seguem outras três declarações:
• Seminário Teológico Knox:
“O direito de qualquer grupo étnico ou religioso ao território denominado “A Terra Santa” no Oriente Médio não tem nenhum apoio nas Escrituras”.[6]
Esta declaração estava contida em uma carta aberta postada no site do Seminário Teológico Knox, em 2002, e assinada por mais de 150 educadores, pastores, líderes de igreja e figuras públicas, inclusive R.C. Sproul.
• Bethlehem Bible College:
“Qualquer reivindicação exclusiva à terra da Bíblia em nome de Deus não está alinhada com o ensinamento das Escrituras”.[7]
• Cristãos Palestinos
“Nós, cristãos palestinos, declaramos que a ocupação militar de nossa terra [por Israel] é um sinal contra Deus e a humanidade e que qualquer teologia que legitima a ocupação está longe dos ensinamentos cristãos”.[8]
A declaração estava contida no Documento Kairós Palestina, de 2009, escrito por cristãos palestinos.
Contrariamente ao que esses homens e instituições ensinam, mais de 130 versículos na Bíblia reiteram a verdade de que a terra de Israel foi divinamente dada ao povo judeu. Não há um único versículo nas Escrituras que declare que Deus revogou a promessa que Ele fez a Abraão em Gênesis 17.8. (Como amostragem, ver Dt 4.40; Sl 105.8-11; Jr 23.7-8; Ez 28.25-26; Ez 34.13; Ez 36.24; Ez 37.1-14,21; Ez 39.28; Ez 47.21; Am 9.15; At 7.5.) (Bruce Scott – Israel My Glory – http://www.beth-shalom.com.br)
Bruce Scott é diretor dos Ministérios de Campo de The Friends of Israel.

Notas:

  1. Stephen Sizer, Zion’s Christian Soldiers? [Soldados Cristãos de Sião?] (Downers Grove, IL: InterVarsity Press, 2008), 20.
  2. Gary M. Burge, Jesus and the Land [Jesus e a Terra] (Grand Rapids, MI: Baker Academic, 2010), 127.
  3. Tony Campolo, “Christian Zionism: Theology that Legitimates Oppression” [Sionismo Cristão: A Teologia que Legitima a Opressão], Sojourners, 19 de maio de 2010, www.tinyurl.com/CampoloCaZ.
  4. Lynne Hybels, “It’s All About Jesus: A Personal Journey” [É Tudo Sobre Jesus: Uma Jornada Pessoal], discurso proferido em 16 de maio de 2010 na Conferência “Christ at the Checkpoint”, Bethlehem Bible College, Belém, Israel, www.tinyurl.com/LHybelsCaZ.
  5. John Piper, “Israel, Palestine, and the Middle East” [Israel, Palestina e o Oriente Médio], DesiringGod.org, sermão, 7 de março de 2004, www.tinyurl.com/PiperIsrael.
  6. “An Open Letter to Evangelicals and Other Interested Parties: The People of God, the Land of Israel, and the Impartiality of the Gospel” [Carta Aberta aos Evangélicos e Outras Partes Interessadas: O Povo de Deus, a Terra de Israel e a Imparcialidade do Evangelho], 2002, Artigo 9. A Carta Aberta já não está mais disponível no site do Seminário Knox. Ela pode ser lida em www.bible-researcher.com/openletter.html, que lista apenas 26 dos signatários. Uma resposta do Dr. Mike Stallard pode ser lida no site do Centro de Pesquisas Pré-Tribulacionistas em www.tinyurl.com/KnoxResponse].
  7. “The Christ at the Checkpoint Manifesto” [O Manifesto Cristo no Posto de Controle], 2012, www.tinyurl.com/CheckpointManifesto.
  8. “A moment of truth: A word of faith, hope, and love from the heart of Palestinian suffering” [Um momento da verdade: Uma palavra de fé, esperança e amor do coração dos palestinos sofredores], Kairos Palestine, 15 de dezembro de 2009, www.kairospalestine.ps/sites/default/Documents/English.pdf.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Estranha Coincidência: Episódio de Family Guy com o Suicídio de Robin Williams vai ao ar Antes da Notícia da Morte do Ator




Espectadores da BBC ficaram chocados com a bizarra sincronicidade. Em uma coincidência bizarra, um episódio de Family Guy com Robin Williams, o qual incluiu uma fracassada tentativa de suicídio foi ao ar minutos antes do anúncio da morte do ator.


É interessante ponderar se tais sincronicidades são significativas e emergidas do inconsciente coletivo, como Carl Jung postulou, ou se são apenas coincidências aleatórias.

O episódio do desenho terminou apenas alguns minutos antes de ser dada a notícia da morte de Williams. Telespectadores logo se manifestaram  no Twitter sobre essa coincidência. Logo depois, a BBC anunciou que o episódio não seria reprisado durante esta semana.
"O episódio terminou assim que a notícia sobre sua morte foi dada", disse um porta-voz da BBC. "Foi uma reprise que foi exibida algumas vezes, então quem poderia prever isso? Estava agendado há mais de duas semanas atrás, então é só uma estranha coincidência", declarou o porta-voz, acrescentando que o episódio, que faz parte da décima temporada da série,  estava planejado para ir ao ar novamente na nesta sexta, mas não será mais mostrado.
Em "Family Guy", Williams é o comediante favorito de Peter Griffin. O ator Seth McFarlane, criador da série e dublador do personagem, fez nesta terça (12) uma homenagem ao ator, dizendo: "O mundo acaba de ficar menos engraçado. Robin Williams é uma perda trágica".
Morte aos 63 anos
O corpo de Robins Williams foi encontrado em sua casa, em Tiburon, na Califórnia, sem sinais vitais. Exames toxicológicos devem ser realizados nesta terça-feira.
 
"Nesta manhã eu perdi meu marido e meu melhor amigo", disse a mulher do ator, Susan Schneider, à imprensa norte-americana. "Em nome da família do Robin, peço que respeitem nossa privacidade nesse momento e que lembrem dele não por sua morte, mas pelos momentos de alegria e risada que ele proporcionou a todos ao longo de sua carreira", completou. A porta-voz da família, Mara Buxbaum, disse que Williams estava "enfrentando uma forte depressão nos últimos tempos".
 
A polícia de Tiburon recebeu às 11h55 (horário local) desta segunda-feira uma chamada de emergência sobre o caso de "um homem encontrado inconsciente e sem sinais de respiração em sua casa", segundo comunicado divulgado pela imprensa dos Estados Unidos. Ao chegar ao local, às 12h02, os oficiais identificaram o corpo do ator.
 
Informações preliminares da investigação indicam que o ator foi visto vivo pela última vez por volta das 22h de domingo, na residência onde vivia com a mulher. 
 
Vencedor do Oscar de ator coadjuvante por "Gênio Indomável" (1997), Robin Williams se internou no mês passado em uma clínica de reabilitação. Ele estava em um setor da Hazelden Addiction Treatment Center, em Minnesota, que possui um programa focado em manter a sobriedade por longo prazo --Williams lutava contra o vício de cocaína e álcool havia décadas. Em 2006, ele já havia ingressado voluntariamente em uma clínica para tratar o alcoolismo, depois de uma recaída após 20 anos de sobriedade.





http://www.anovaordemmundial.com/2014/08/estranha-coincidencia-episodio-de-family-guy-com-osuicidio-de-robin-williams-vai-ao-ar-antes-da-noticia-da-morte-do-ator.html

TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A NOVA ORDEM MUNDIAL



O Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento 

O Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento oferece aos planejadores da Nova Ordem Mundial a capacidade de silenciosa e quase invisivelmente modificar as atitudes e o sistema de valores de toda a sociedade. Eles precisam disso para colocar em cena o Anticristo. Você achará difícil acreditar em quanto sua vida diária está sendo manipulada, mas após compreender como isto está sendo realizado, poderá tomar as medidas para reduzir ou eliminar os efeitos. Aprenda a proteger as pessoas a quem ama.

A Nova Ordem Mundial está chegando! Você está preparado? 

Após você compreender o que realmente é esta Nova Ordem Mundial e como está sendo implementada gradualmente, poderá observar seu avanço nas notícias do dia-a-dia!! 

Aprenda a proteger a si mesmo e as pessoas a quem ama! 

Nada parece mais insidioso para a maioria das pessoas que a idéia que alguma força esteja manipulando e alterando suas vidas silenciosa e invisivelmente. As pessoas reagem de forma tão negativa, que parece que se sentem violadas, quase que estupradas. Lembro-me que nos anos 60, a população ficou sabendo que um processo de publicidade 'invisível' tinha sido desenvolvido e testado nas salas de cinema, chamada Publicidade Subliminar. Houve uma indignação tão grande que a indústria cinematográfica se comprometeu a nunca mais usar a propaganda subliminar. Aquele compromisso veio em boa hora, pois o Congresso americano estava prestes a aprovar uma legislação que tornava a publicidade subliminar ilegal. A promessa feita pela indústria cinematográfica e televisiva contornou a crise e o Congresso nunca chegou a aprovar aquela legislação. Até o dia de hoje o uso de subliminares não é ilegal, ao contrário do que a maioria das pessoas acredita. 

Mas a questão aqui é que as pessoas não querem ser manipuladas ou bombardeadas com estímulos, especialmente se não sabem o que está acontecendo com elas. O temor do desconhecido é muito alto. Como as pessoas reagiriam se soubessem quantas vezes estão sendo secreta e invisivelmente bombardeadas com estímulos — com histórias, debates, com muitas circunstâncias, muitas das quais foram deliberadamente criadas ou iniciadas? Como as pessoas reagiriam se realmente compreendessem que não são sua "própria pessoa", apesar do fervoroso desejo de ser justamente isso? Essas pessoas se sentiriam violadas — mental e fisicamente estupradas — e ficariam muito furiosas!

É por isso que tanto esforço é dispendido para fazer as pessoas acreditarem que as imagens subliminares não existem e não funcionariam se existissem. É por esse motivo que a mídia se esforça para vender a imagem de "integridade" e "honestidade" com os ouvintes, para que eles não acreditem que seu canal favorito possa afetá-los adversamente de qualquer forma. 

No entanto, a mídia está arruinando sua vida. No Seminário 1, "America's Leadership of the New World Order, mostramos em detalhes os muitos modos como você e seus amados estão sendo brutalmente molestados pela TV, pelo cinema e pela mídia impressa. Essa molestação não é sexual; é mental, emocional e, acima de tudo, espiritual. Neste artigo, enfocaremos o estratagema mais sofisticado de todos para alterar as vidas, as atitudes e o sistema de valores de populações inteiras, sem que elas tenham a menor noção do que está acontecendo. A esse processo dá-se o nome "Plano das Seis Etapas para a Mudança de Comportamento". Seria bom você também ler o artigo N1006 e a transcrição de nosso programa de rádio CE1002 e CE1007. Não queremos aqui detalhar o funcionamento desse plano, como fizemos nos artigos anteriores, queremos listar os modos em que o Plano está sendo utilizado na civilização ocidental atualmente. O Plano é muito eficaz e está sendo utilizado em todas as áreas do sociedade em que a mudança dos Valores Cristãos para Valores Satânicos é necessária para a implantação da Nova Ordem Mundial.

Antes, porém, vamos listar as seis etapas deste Plano para a Mudança do Comportamento: 


Plano das Seis Etapas Para a Mudança do Comportamento

Etapa 1. Alguma prática tão ofensiva que nem deveria ser discutida em público é defendida por um especialista RESPEITADO em um foro RESPEITÁVEL;

Etapa 2. A princípio, o público fica chocado, depois indignado; 

Etapa 3. No entanto, o SIMPLES FATO que tal coisa tenha sido debatida publicamente torna-se o ASSUNTO do debate; 

Etapa 4. No processo, a repetição prolongada do assunto chocante em discussão gradualmente vai anulando seu efeito; 

Etapa 5. As pessoas não ficam mais chocadas com o assunto; 

Etapa 6. Não mais indignadas, as pessoas começam a debater posições para moderar o extremo, ou aceitam a premissa, procurando os modos de ATINGI-LA.

Este método insidioso de modificar o comportamento profundamente arraigado das pessoas está sendo direcionado com sucesso em todo o mundo ocidental. Milhões de pessoas estão experimentando mudanças de comportamento em uma ampla variedade de assuntos. Essa mudança de comportamento é essencial para alcançar a Nova Ordem Mundial. 

Fixando na sua mente o modo como esse plano funciona nos corações e nas mentes de todos os cidadãos, vamos revisar alguns dos muitos modos em que está sendo usado para mudar os sistemas de valores do Ocidente de cristão para pagão. 


Exemplos Atualmente em Ação

1) Controle Populacional por Meio da Morte: O objetivo da Nova Ordem Mundial é reduzir a população total do planeta em dois terços nos próximos anos. À medida que nos aproximamos da implementação dessa Nova Ordem, as mentes das pessoas precisam ser 'voluntariamente' mudadas para aceitar as medidas para a redução populacional que serão implementadas, pois essas medidas serão amplamente utilizadas pelas forças do Anticristo assim que ele assumir seu papel, de modo a reduzir drasticamente a população mundial.

a) Suicídio/Eutanásia 

Foi um golpe de mestre conceber uma campanha para convencer as pessoas a se matarem a si próprias para o benefício da sociedade e fazê-las pensar que é uma boa ideia! Grande nobreza está sendo dada à atitude desses pobres peões (digo, pessoas) que estão sendo convencidos que é seu "direito" morrer com dignidade e "controlar" sua hora final. O que aconteceu com o ideal cristão de abrir mão de seus direitos, exatamente como Jesus Cristo abriu mão do Seu e veio morrer por nós [Filipenses 2:4-8]? O que aconteceu com o ideal cristão que fomos criados à imagem e semelhança de Deus [Gênesis 1:26], um ato de criação que outorga grande dignidade e valor ao ser humano? E o que aconteceu ao ideal cristão que Deus está controlando nossas vidas e nossa eternidade? O que aconteceu ao ideal cristão de que Deus controla nossas vidas e a hora da nossa morte? Ou que podemos confiar nEle e no Seu plano para nós?

Claramente, a civilização ocidental está nas Etapas 5 e 6 desse Plano. A repetição constante das palavras do Dr. Morte, Jack Kevorkian, e os muitos casos de suicídios e de familiares assistindo a morte de uma pessoa doente, e os intermináveis debates na mídia forneceram a "repetição constante" da Etapa 4. A finalização da Sexta Etapa já pode ser vislumbrada no horizonte.

Jerusalém, Capital de Israel

A decisão do presidente dos Estados Unidos de assinar o reconhecimento oficial da cidade de  Jerusalém  como a capital de Israel, além ...