quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Dez princípios da retórica conspiracionista



Ainda que visando alvos bastante distintos, os discursos conspiracionistas apresentam uma grande constância. Eles resultam de uma mecânica intelectual da qual é possível extrair os principais fundamentos
por Benoît Bréville


1. Nunca falar de conspiração
“Nesta Revolução Francesa, tudo, até seus planos mais espantosos, tudo foi previsto, meditado, combinado, resolvido, estabelecido; tudo foi [...] organizado por homens que tinham sozinhos o fio das conspirações havia muito elaboradas nas sociedades secretas e que souberam escolher e aguardar os momentos propícios para o complô.” No final do século XVIII, quando o abade Augustin de Barruel escreveu essas linhas, aqueles que viam complôs por toda parte avançavam com o rosto à mostra. Eles falavam de conspiração, sociedades secretas, planos escusos. Hoje, o vocabulário mudou. “Acho que essa palavra [conspiração] nunca foi utilizada em meu livro. Na verdade, eu falo de ‘projeto de dominação’, de ‘rede de dominação’”, explicou Alain Soral, em 23 de março de 2011 na rádio RFI. Como seus aliados Dieudonné e Thierry Meyssan – dois outros pontas de lança do conspiracionismo francês –, ele alega principalmente que desconfia das “versões oficiais” e propõe “informações alternativas”. O site Stop Mensonges [Stop Mentiras] tem como lema “A verdade nos libertará”; para o WikiStrike, “nada, nem ninguém, é superior à verdade”. Já o ultracatólico Médias-Presse-Info se apresenta como “uma mídia original que visa à vulgarização da informação de uma maneira deliberadamente objetiva, livre e sem concessão”. Quem poderia censurar?

2. Julgar-se vanguarda
“Falemos claramente: eu não acredito na versão oficial que as mídias nos apresentam repetidamente”, orgulha-se um colaborador do Médias-Presse-Info.1 Essa dúvida permanente provoca a impressão agradável de pertencer a uma vanguarda esclarecida, de estar entre aqueles que não são enganados. “Admitir que algo não está funcionando na tese oficial, compreender o modo como evidentemente ela foi fabricada, é um trabalho [sobre si] que muitas pessoas não são capazes de fazer, que a maioria não é capaz de fazer”, explica, satisfeito de si, o ator Mathieu Kassovitz em um vídeo postado na internet na ocasião do décimo aniversário do 11 de Setembro. Esse sentimento de superioridade encontra-se também no administrador do site Stop Mensonges, um “francês que mora nos Estados Unidos”: “Desde que tive acesso à língua inglesa, não paro de descobrir informações na internet que até então me eram inacessíveis em francês. Essas informações são, para a maioria das pessoas, ‘inacreditáveis’, de difícil acesso para nosso cérebro condicionado desde o nascimento pelas mídias oficiais, a educação tradicional”. Esse prazer de fazer parte de um grupo de iniciados, a convicção de dispor de informações reservadas a um pequeno número, de se distanciar do rebanho, contribui para a atração exercida pelas teorias da conspiração.

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

“INGRATIDÃO, TRAIÇÃO, INJUSTIÇA, DESLEALDADE!”COMO AGIR DIANTE DESSA DOR?

INGRATIDÃO, TRAIÇÃO
 “Se um inimigo me insultasse, eu poderia suportar; se um adversário se levantasse contra mim, eu poderia defender-me; mas logo você, meu colega, meu companheiro, meu amigo chegado, você, com quem eu partilhava agradável comunhão enquanto íamos com a multidão festiva para a casa de Deus!” (Salmos 55:12-14).
Alguem disse sabiamente: a seguinte frase: ..."O Coração do ingrato não tem memória e esquece muito rápido de como tudo começou..."

A frase me chamou a atenção. Principalmente por se tratar de uma grande verdade! 


Ingratidão é uma forma de fraqueza. Jamais conheci homem de valor que fosse ingrato.
Johann Goethe
POIS A BÍBLIA ALERTA: 


"Os homens serão EGOISTAS, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, INGRATOS, ímpios," (2 Timóteo 3:2).


Infelizmente é verdade! E isso fica cada vez mais evidente com o passar dos anos. 

A ingratidão é obra da carne.  E sua raiz é o EGOISMO! 
É FATO: TODO INGRATO É EGOISTA, E VICE VERSA. ...O egoísta (ingrato), em prol dos seus próprios sonhos, objetivos e pretensões, despreza e esquece-se de todos que o ajudaram a começar e investiram em seu desenvolvimento. 
Há casos de filhos, que após se formarem e terem uma carreira profissional bem sucedida desprezam e se envergonham de seus pais por sua simplicidade, esquecendo-se que foram eles que, com sacrifício custearam seus estudos. E também pessoas que voltaram a estudar a custa do sacrifício, investimento e apoio do cônjuge, e que antes mesmo de se formar arrumaram outro (a) na faculdade, e alguns, até se divorciaram (e quando confrontados disseram: "Ah, Eu tenho o direito de ser feliz...". Ah, eu só estou perseguindo meu sonho...". E outro até disse: "Ah, eu quero me separar porque não consigo mais dialogar com minha esposa, agora que sou uma pessoa estudada e ela não consegue mais acompanhar meu raciocínio e entender o que falo, simplesmente não tem mais papo entre nós...")... E algumas ovelhas, obreiros, lideres que... Bom, é melhor nem falar, que faltaria espaço. Rsrsrssr... Pois são muitos os "TRISTEMUNHOS" de ingratidão que se vê, até mesmo nas igrejas... Como diz Mike Murdock: "INGRATIDÃO É DESCOBRIR (TER A SENSAÇÃO), QUE INVESTIU NA PESSOA ERRADA!..." 


Infelizmente, essa é uma sensação que todo pastor enfrenta, já enfrentou ou enfrentará algumas; (pra não dizer muitas) vezes no ministério. A sensação de ter se esforçado inutilmente. Veja o que o apostolo Paulo disse:


"Temo que os meus esforços por vocês tenham sido inúteis" (Gl 4:11).


"retendo firmemente a palavra da vida. Assim, no dia de Cristo eu me orgulharei de não ter corrido nem me esforçado inutilmente". (Filipenses 2:15-16).


"Por essa razão, não suportando mais, enviei Timóteo para saber a respeito da fé que vocês têm, a fim de que o tentador não os seduzisse, tornando inútil o nosso esforço". (1 Tessalonicenses 3:5).


NEM O PRÓPRIO MESTRE JESUS CRISTO; ESCAPOU DE SOFRER INGRATIDÃO, DESPREZO E TRAIÇÃO POR PARTE DAQUELES A QUEM SERVIU E ABENÇOOU. VEJAMOS:


·         O CASO DOS DEZ LEPROSOS CURADOS. SOMENTE UM VOLTA PARA AGRADECER. 


“Jesus perguntou: Não foram purificados todos os dez”? Onde estão os outros nove?

Não se achou nenhum que voltasse e desse louvor a Deus, a não ser este estrangeiro? (Lucas 17:17-18)


·         A MAIORIA DOS SEUS DISCÍPULOS O ABANDONOU, DESPREZANDO AS PALAVRAS QUE ELE PREGAVA. RESTANDO SOMENTE OS DOZE:


“Daquela hora em diante, muitos dos seus discípulos voltaram atrás e deixaram de segui-lo”.

Jesus perguntou aos Doze: "Vocês também não querem ir?”.
Simão Pedro lhe respondeu: “Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna”. (João 6:66-68)


COMO EU DIGO SEMPRE:  Se você prega o “evangelho” e nunca ninguém te abandonou dizendo: “Duro é esse discurso”! Que palavras duras! Ninguém pode suportar isso! Vou-me embora dessa igreja!...

Sinto muito. É bem provável que você não esteja pregando o verdadeiro evangelho de Jesus Cristo. AS VERDADEIRAS PALAVRAS DE VIDA ETERNA!


·         E DOS DOZE QUE SOBRARAM, UM ERA UM DIABO (UM TRAIDOR).


Então Jesus respondeu: "Não fui eu que os escolhi, os Doze? Todavia, um de vocês é um diabo!” (Ele se referia a Judas, filho de Simão Iscariotes, que, embora fosse um dos Doze, mais tarde haveria de traí-lo.). (João 6:70-71).


“... Mas Jesus lhe perguntou: “Judas, com um beijo você está traindo o Filho do homem”?” (Lucas 22:48)


·         PEDRO, UM DOS ONZE RESTANTES, O NEGOU TRÊS VEZES. MESMO DEPOIS DE JURAR-LHE  LEALDADE ATÉ A MORTE:


“Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja mister morrer contigo, não te negarei. E todos os discípulos disseram o mesmo”. (Mateus 26:35).


...E logo o galo cantou pela segunda vez. Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe tinha dito: "Antes que duas vezes cante o galo, você me negará três vezes". E se pôs a chorar. (Marcos 14:72)


·         E TODOS OS DEMAIS DISCÍPULOS QUE TAMBÉM HAVIAM JURADO LEALDADE, O ABANDONARAM NO MOMENTO MAIS DIFÍCIL DE SUA VIDA.


“Mas tudo isto aconteceu para que se cumpram as escrituras dos profetas. Então, todos os discípulos, deixando-o, fugiram”. (Mateus 26:56).


·         O MESMO POVO QUE ELE CUROU, LIBERTOU, ABENÇOOU; O MESMO POVO QUE NUM DIA CELEBRAVA SUA ENTRADA TRIUNFAL EM JESRUSALEM, NO OUTRO DIA SE DEIXAVA MANIPULAR PELOS RELIGIOSOS, E GRITAVAM: “CRUCIFICA-O”! 

O Cristão deve ser Conservador. Entenda.

"Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras jamais passarão." (Mateus 24:35) Cristão  x Conservador - Muitas pe...